Machico acolhe Dia da Região em 2019 e Porto da Cruz tem obra de 7 milhões concluída antes do fim do ano

Albuquerque mobilidade
Miguel Albuquerque foi a Machico anunciar que aquele concelho acolhe, em 2019, as comemorações do Dia da Região.

Os compromissos do Governo Regional com Machico serão cumpridos. Sem dissimulações nem sequer equívicos. A promessa foi hoje feita por Miguel Albuquerque, na sessão solene comemorativa do Dia do Concelho.

O líder do Executivo Madeirense disse que “o objetivo é salvaguardar os objetivos da população de Machico”, deixando um anúncio que mereceu aplausos: o Dia da Região, em 2019, será assinalado em Machico, na celebração dos 600 anos da Descoberta da Madeira.

Albuquerque relevou o Machico artístico, cumprimentando na pessoa do repórter fotográfico Manuel Nicolau, os homenageados neste dia e o trabalho pela cultura, que tem sido desenvolvido naquele concelho.

O presidente do Governo abordou, também, o objetivo na concretização de obras no Porto da Cruz, essenciais de recuperação das infraestruturas afetadas pelos temporais de 2013, um investimento avultado e grande parte dele invisível, mas visando garantir a segurança da população. O acesso principal à freguesia foi afetado e houve necessidade de fazer un estudo para regularização da ribeira e para um novo acesso, um investimento de 7 milhões, 259 mil euros. E a verdade é que antes do final do ano, vamos concluir essa obra”.

Ainda no Porto da Cruz, Albuquerque afirma estar em curso uma obra “importante mas sem visibilidade”, referindo-se ao reforço do abastecimento de água às populações do Folhadal e a ribeira Tem-Te-Não-Caias, “obra fundamental para a qualidade de vida da população”.

A recuperação do complexo habitacional da Bemposta, que se encontrava degradado e foi outro dos compromissos do Governo Regional, mereceu destaque na intervenção do presidente do Governo, que num outro ponto, já relativamente à freguesia do Caniçal, apontou a grande prioridade que é a melhoria no porto do Caniçal, mas falou também da “modernização da lota do Caniçal, onde vamos investir 333 mil euros”.