Retirada de calhau no Porto da Cruz leva MPT a chamar a Polícia Marítima

Porto da Cruz pedras 3
O MPT chamou a Polícia Marítima para aquilo que considera ser um “crime ecológico” na praia da Maiata, Porto da Cruz.
Porto da Cruz pedras 2
Retirada de calhau da orla costeira, no Porto da Cruz, junto à ETAR.

A situação não é nova, mas agora, dirigentes do MPT Madeira pediram a presença da Polícia Marítima, ontem, quarta-feira, na freguesia do Porto da Cruz, “para tomarem medidas, relativamente à retirada de calhau da orla costeira na praia da Maiata, junto à ETAR, sendo que esta situação já se arrasta há anos, sem nada ser feito”.

Uma nota daquele partido dá conta que “embora já existam queixas no Ministério Público, estando a Câmara Municipal de Machico e a Junta de Freguesia do Porto da Cruz, cientes deste gravíssimo atentado ambiental e nada fazem para colocar cobro a esta situação”.

O Partido entende que “esta atitude é um grave crime ecológico cometido sobre o património natural dos Madeirenses que deve ser investigado pelas autoridades competentes”.