Contrato programa com a Junta de Freguesia do Monte pronto para assinar

Câmara 13 de setembro
João Pedro Vieira afirma que a Junta de Freguesia do Monte teve um entendimento antes do arraial e outro depois do arraial.

O vereador João Pedro Vieira confirmou, hoje, no âmbito das declarações sobre as deliberações da reunião de Câmara do Funchal, o acordo para a assinatura do contrato programa com a Junta de Freguesia do Monte, o único que se encontrava pendente em função de divergências entre os dois orgãos locais relativamente a definição de competências.

O acordo foi aprovado e o vereador considera que “os termos são iguais aos que estavam definidos inicialmente, mas a Junta teve um entendimento até ao arraial do Monte e outro depois do arraial. Vamos assumir as despesas com os trabalhos executados até setembro e a partir daqui estará estabelecido neste contrato”.

No que toca à reunião de hoje, a Câmara Municipal do Funchal aprovou três orientações “políticas fundamentais”, como salienta o vereador João Pedro Vieira. Investimento da Educação, o apoio à classe média e aposta nas zonas altas, marcaram as linhas chave da reunião camarária, embora uma das medidas que são apontadas como tendo sido alvo de decisão saída desta reunião da vereação, já tivesse sido divulgada na edição de hoje do JM: bolsas a todos os estudantes universitários. Serão

O vereador da Coligação Confiança deu conta, ainda, de decisões como o pagamento de apoio a todas as crianças que frequentam as creches do concelho, realçando no facto desta medida incluir a classe média, que até este momento ficava de fora destes apoios. Esta medida surgiu de uma proposta do CDS.

Nesta reunião autárquica, foi deliberado ainda o alargamento de dois importantes caminhos, no Curral Velho e Laranjal, “refletindo a política desta Câmara, na requalificação das zonas altas, contrariar a exclusão social e dando melhores acessos e melhores condições de segurança às populações”, disse João Pedro Vieira.