Diretor do Museu Nacional do Rio de Janeiro: “Dano é irreparável”

¡AF!