Turismo de Saúde e Bem-Estar traz especialistas mundiais à Madeira

funchal 03A Madeira é o cenário escolhido para o Primeiro Congresso de Turismo de Saúde e Bm-Estar, entre 1 e 4 de outubro próximo. A escolha prende-se com o facto de ser “uma das principais Regiões Turísticas de Portugal, com grandes potencialidades no âmbito do Turismo de Saúde e Bem-Estar”, esclarece a respetiva Associação Mundial, organização responsável pelo evento. O dia 3 de outubro, o programa é cumprido no Porto Santo.

Para o efeito, diz a organização, “foram convidados especialistas de renome mundial, de diversas áreas do conhecimento, oriundos de vários países, nomeadamente, dos Estados Unidos da América, México, Brasil, Austrália, China, Rússia, Japão, Tunísia, Espanha, Grécia, Itália e Portugal. À escala global será apresentado uma abordagem específica e desagregada de diversos subprodutos do Turismo de Saúde e Bem-Estar”.

No Congresso, o Turismo de Saúde e Bem-Estar, é salientado como produto turístico compósito, integrado, holístico, que abrange todos os subprodutos (climatismo, talassoterapia, termalismo, turismo médico, turismo estético, SPAs, residências assistidas), bem como o turismo acessível/inclusivo e sustentável.

A organização relembra que “o Arquipélago da Madeira, a história do Turismo de Saúde e Bem-Estar remonta ao século XVIII/XIX (turismo terapêutico), em que muitas celebridades Europeias procuravam a Região para o tratamento de doenças, designadamente pulmonares/respiratórias”, sublinhando ainda que “num passado recente, entre 22 e 24 de fevereiro de 2013, foi organizado o Seminário «Turismo de Saúde e Bem-Estar», no Funchal, pela então Associação Portuguesa de Turismo de Saúde e Bem-Estar (APTSBE), em parceria com a Associação de Investigação Científica do Atlântico  (AICA)”.

A AMTSBE pretende promover um Congresso Mundial por ano, num continente diferente. Este ano será na Madeira e no próximo ano será na China.