Castro critica “inércia” do PS Porto Santo sobre as ligações aéreas

José António Castro
O movimento de José António Castro critica PS e o vereador Menezes de Oliveira.

O movimento “Mais Porto Santo” emitiu hoje uma nota de crítica direcionada para o PS da ilha dourada, acusando-o de “inércia em relação a matérias de comum interesse de todos os porto-santenses, mormente relacionadas com questão das ligações aéreas e marítimas”.

Diz o movimento que “a última vez que ouvimos os socialistas do Porto Santo foi à boleia de ideias avançadas pelo nosso movimento, em relação a uma fundamental aposta na formação e qualificação profissional, que defendemos desde a primeira hora. Já em relação a outros assuntos de vital importância para a economia da nossa Ilha, como por exemplo em relação ao papel lamentável a que se digna neste momento a companhia aérea Binter, o silêncio é ensurdecedor”, acusa José António Castro, líder do movimento de cidadãos independentes, que exige da parte dos socialistas locais uma atuação mais digna e ativa em defesa dos porto-santenses”.

O movimento de José António Castro refere que “o PS no Porto Santo anda à deriva e recusa-se a fazer oposição. Onde anda o ex-presidente da Câmara Municipal do Porto Santo, o Dr.º Filipe Menezes de Oliveira, que prometeu continuar a defender os porto-santenses, mesmo como Vereador?”.

Castro diz aindaque “o ex-presidente da Câmara gabou-se e pôs-se em bico de pés para dizer que a adjudicação da ligação aérea entre a Madeira e o Porto Santo era resultado também dos seus contactos com o Governo da República, quando todos nós sabemos que nas inúmeras deslocações a Lisboa, pagas por todos nós, trouxe sempre uma mão cheia de nada. Agora, numa fase em que a Binter cancela ligações aéreas inter-ilhas, sem qualquer tipo de explicações, remete-se ao silêncio. A atitude do Dr.º Filipe Menezes de Oliveira, bem como de todos os socialistas do Porto Santo é condenável e inaceitável”.