Mergulhador viu-se em apuros nos mares de Ponta Delgada

A Capitania do Porto do Funchal coordenou hoje a operação de resgate de um mergulhador com 35 anos de idade, que se encontrava a praticar caça submarina junto à costa em Ponta Delgada. O mergulhador, de nacionalidade portuguesa, viu-se arrastado para longe da costa devido à corrente nessa área. De acordo com o protocolo estabelecido visando o socorro no mar, a Marinha solicitou a activação de uma embarcação salva-vidas do SANAS. O alerta foi recebido no Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal às 15h22, tendo a embarcação resgatado o mergulhador pelas 16h06 minutos. O desembarque foi efectuado pelas 16h38 no cais do porto de abrigo do Seixal. Ali se encontrava já uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de São Vicente e Porto Moniz.

Para junto do mergulhador nadou um popular com formação de nadador-salvador, que o auxiliou até à chegada do SANAS. Estava cansado, mas consciente e não necessitou de assistência médica imediata, embora, por precaução, tenha sido evacuado para o centro de Saúde de São Vicente, para ser observado.