Arquivo e Biblioteca Pública da Madeira dinamiza “a hora do conto” divulgando o livro e a leitura

oo

A “Hora do Conto”, um projecto dinamizado pelos Serviços Educativos do Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira (ABM), sob a tutela do Governo Regional, tem vindo a conquistar o seu espaço, a despertar o interesse e a fidelizar, cada vez mais, a procura dos mais novos, em nome da promoção do livro e da leitura.

As 25 acções que foram concretizadas este ano – e que prosseguem amanhã, dia 28 de Julho, pelas 11 horas, focadas numa viagem pela floresta intitulada “Criaturas Estranhas”, de Cristina Sitja Rubio – atingiram mais de 3.200 participantes, numa procura em crescendo que, no fim de Junho, já tinha ultrapassado os números registados em todo o ano de 2017.

Números que satisfazem a secretária regional do Turismo e Cultura, Paula Cabaço, para quem o ABM “tem vindo a cumprir, efectivamente, o seu papel e a sua missão a favor da comunidade e da promoção dos hábitos de leitura da população”, numa aposta que tem sido concretizada, “com sucesso, cada vez mais cedo, junto das nossas crianças e respectivas famílias”.

A “Hora do Conto”, reforça, “é um dos vários exemplos da estratégia que o Governo Regional tem vindo a desenvolver no respeitante à oferta de actividades educativas e culturais vocacionadas para a promoção do livro e da leitura, oferta que, só em 2017, cresceu 10”.

Refira-se que esta actividade, realizada aos sábados, pelas 11.00 horas, no ABM, mantém a sua programação durante todo o ano mas, também, no Verão, estando previstas quatro sessões em Agosto (dias 4, 11, 18 e 25) e mais 4 em Setembro (dias 1, 8, 15 e 22)