CDU condena falta de saneamento básico no Garachico, Câmara de Lobos

A CDU realizou uma iniciativa de contacto com as populações das zonas altas de Câmara de Lobos, mais concretamente no Sítio do Garachico. Na oportunidade o dirigente comunista Alexandre Fernandes considerou inadmissível, em pleno século XXI, “um importante aglomerado populacional” como aquele, ver-se ainda privado do acesso a uma rede de saneamento básico.

“Têm sido inúmeras as diversas iniciativas que a CDU tem levado a cabo, na tentativa de ver consagrada esta aspiração desta população”, asseverou. Contudo, afirmou, o executivo camarário tem pura e simplesmente ignorado aquele que é um direito básico dos habitantes desta localidade. 2Podemos até afirmar que estamos perante o que se poderá considerar um problema de saúde pública, porque há águas residuais que são despejadas para os córregos e para as levadas por falta de outra alternativa”.

A CDU entende que esta não é uma forma digna de viver. “As pessoas merecem melhores condições e uma rede de saneamento para poderem tratar os seus resíduos de esgoto”.

Esta, diz a CDU, é uma justa reivindicação da população do Garachico, pelo que os seus activistas não descansarão enquanto a Câmara Municipal de Câmara de Lobos, a Águas e Resíduos da Madeira (ARM) e o Governo Regional não avançarem com os trabalhos da rede de saneamento básico nesta localidade. “Este Povo merece sair do esquecimento a que tem sido votado ao longo dos últimos anos”, sentencia.