Ensemble XXI actua a 7 de Julho com o jovem violinista Filipe Abreu

A Orquestra Clássica da Madeira (OCM), promove um concerto integrado no Ciclo Jovens Solistas, na Assembleia Legislativa da Madeira, no dia 7 deste mês pelas 18 horas, protagonizado pelo agrupamento “Ensemble XXI”, e apresentando como músico convidado o jovem violinista Filipe Abreu, que, tendo finalizado a sua formação no Conservatório-Escola Profissional das Artes da Madeira com orientação do professor Yuriy Kyrychenko, estuda neste momento no Conservatório Real de Antuérpia na classe da professora Alissa Margulis.

Filipe Abreu, premiado em vários concursos, já se apresentou a solo com todas as orquestras das instituições de ensino por onde passou. Recentemente iniciou uma relação pedagógica com o lendário violinista e pedagogo Viktor Tretyakov, esclarece a OCM.

O concerto terá lugar no Salão Nobre da Assembleia Legislativa da Madeira, com o Ensemble XXI a ser dirigido musicalmente pelo violinista Yuriy Kyrychenko.

Bach e Mozart são os compositores eleitos para esta ocasião.

Os bilhetes custam entre 15€ e 5€ e estão disponíveis no La Vie Funchal Shopping Center – Loja Naturalmente Português (Piso 1),das 09:00 às 22:00, e no dia do concerto no local, a partir das 14:00.

Este é o programa, em maior detalhe:

Wolfgang Amadeus Mozart [1756 – 1791]  – Divertimento Nº2

Johann Sebastian Bach [1685 – 1750] – Concerto para Violino e Orquestra em Lá menor BWV 1041

Johann Sebastian Bach [1685 – 1750]  – Aria da suite em Ré

Johann Sebastian Bach [1685 – 1750]  – Concerto para Violino e Orquestra em Mi maior BWV 1042

Ensemble XXI

Nascido no seio da Orquestra Clássica da Madeira, o Ensemble XXI tem como objetivo primeiro, interpretar obras para pequena orquestra de corda de compositores do Séc. XX e Séc. XXI. Dentro do repertório abordado por este grupo, encontramos desde compositores nacionais como Joly Braga Santos, Vianna da Motta a compositores europeus como Turina, Britten entre outros. Numa abordagem mais leve o Ensemble XXI tem no seu repertório obras de Scott Joplin e Duke Ellington, assim como aborda outros períodos da história da música. Constituído por elementos do naipe das cordas da Orquestra Clássica, o Ensemble XXI já tocou em todas as salas da Madeira e Porto Santo.

Filipe Abreu, solista

Filipe Gonçalo de Abreu (1993), começou os seus estudos aos onze anos de idade no Conservatório – Escola das Artes Engº. Luiz Peter Clode, no Funchal, na Classe do Professor Yuriy Kyrychenko. Em 2012, ingressou na Escola superior de Música de Lisboa na Classe do Professor Gareguin Aroutiounian. Estudou com alguns dos mais prestigiados músicos da actualidade, como Pavel Vernikov, Renaud Capuçon, Andrej Baranov, Sergey Kravchenko, Barnabás Kelemen, Aníbal Lima e Irene Lima. Em 2013, foi laureado no concurso Prémio Jovens Músicos na categoria de Música de Câmara nível Superior. Foi laureado do Concurso Cidade do Fundão em 2015, do Concurso de Interpretação do Estoril – Prémio El Corte Inglés em 2016 e do Concurso Vasco Barbosa em 2018. Foi o vencedor do Grande Concurso Lions – Lisboa 2016, com consequente representação de Portugal na Final internacional na Bulgária.

Actualmente frequenta o Mestrado em Música no Conservatório Real de Antuérpia na Classe de Violino da Solista Alissa Margulis.

Teve a distinção de tocar a solo com as orquestras de todas as instituições por onde passou. Apresentou-se como solista em países como Portugal, Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, França, Inglaterra, Itália e Estónia.

Recentemente foi convidado para ter aulas regulares com o lendário Viktor Tretyakov.

Os constituintes do Ensemble XXI são os seguintes:

Yuriy Kyrychenko. Violino

Joana Costa. Violino

Olga Proudnikova. Violino

Vladimir Proudnikov. Violino

Maxim Taraban. Violino

Anahit Dalakyan. Violino

Rostyslav Kuts. Viola

Treneddy Maggiorani. Viola

Stella Silvian. Violoncelo

Mikolaij Lewkowicz. Violoncelo

Marcello Romagnuolo. Contrabaixo

Joseph Straker. Contrabaixo