Vereador socialista Amândio Silva apresenta queixa ao MP contra o edil camaralobense Pedro Coelho

Amândio Silva, vereador do Partido Socialista na Câmara Municipal de Câmara de Lobos, apresentou na tarde de hoje uma denúncia no Ministério Público contra o presidente daquela autarquia. Em causa está a difusão dos hinos do PSD e de campanha de Pedro Coelho durante a inauguração do Caminho das Fontes à Partilha, na freguesia da Quinta Grande, no passado dia 2 de Junho.

Após a entrega da queixa, no Palácio da Justiça do Funchal, Amândio Silva criticou veementemente a prática ocorrida, considerando-a um ilícito, razão pela qual entende que o Ministério Público deve averiguar esta situação.

“Compete aos detentores de cargos políticos regrar-se por deveres de neutralidade e imparcialidade”, afirmou o vereador do PS-M, sublinhando que a difusão dos referidos hinos num acto da Câmara Municipal configura uma ilegalidade. Amândio Silva diz que nem nos tempos de Alberto João Jardim, em que havia um “poder claramente tentacular”, tem “memória de uma situação desta natureza”. “Fico muito constrangido como é que, tantos anos após o 25 de Abril, ainda é possível misturar um acto público de uma câmara municipal com campanha político-partidária. (…) Não concordamos que se use bens públicos em benefício de um partido político”, salientou.