Cafôfo considera “inacreditável” esperar tantos anos para o Funchal comemorar Abril

Cafofo 25 de abril
” A revolução que ainda nos falta continua em cada um de nós”.

O Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, esteve presente hoje, no Teatro Municipal Baltazar Dias, no lançamento do livro “Militares de Abril – Madeira 2017”, uma edição da Autarquia, que marcou o início do programa comemorativo do 25 de Abril no Funchal.

Foi aqui que Cafôfo relevou a importância da ocasião para a Autarquia, salientando que “estamos nas vésperas do 25 de Abril e a Câmara Municipal do Funchal, desde que chegamos a esta Autarquia, tem sempre comemorado esta ocasião com a dignidade e a grandeza que ela merece. Parece-me ainda hoje inacreditável que tivéssemos de esperar tantos anos para que, nesta cidade, as pessoas pudessem comemorar Abril. Mas nós não o fazemos apenas neste dia, mas em todos os dias em que exercemos as nossas funções de responsabilidade para com esta cidade. Não poderíamos comemorar um ato sem que, no dia-a-dia, também o dignificássemos.”

Da autoria de António Gonçalves e Duarte Mendonça, o livro, hoje lançado, perpetua as comemorações municipais do ano passado, que trouxeram ao Funchal, por ocasião do 25 de Abril de 2017, os militares da histórica coluna do Capitão Salgueiro Maia, que teve um papel fundamental na Revolução de 1974.

O presidente da Câmara sublinhou que “a evolução democrática do nosso país tem sido positiva e não podemos dizer que o país não mudou e que está tudo mal. Não concordo com isso, porque isso seria negar aqueles que são os valores de Abril e aquilo por que tantos homens e tantas mulheres construíram neste país democrático. Agora que há coisas que deveriam ser melhoradas, sim. A revolução que ainda nos falta continua em cada um de nós e depende do que cada um de nós faz para melhorar. Essa é a verdadeira revolução e é feita todos os dias. Não precisamos de armas, mas sim de atitudes.”