Quatro semanas de Festa da Flor, meio milhão de investimento e 85% de ocupação hoteleira

FESTA DA FLOR FUNCHALNOTICIAS
A Festa da Flor desenvolve-se, este ano, durante quatro semanas.

É o primeiro ano em que a Festa da Flor tem uma versão mais alargada no tempo, de 19 de abril a 13 de maio. Envolve mais de 4 mil pessoas e para esta edição, que hoje foi apresentada oficialmente, a ocupação hoteleira anda por volta dos 85 por cento. O investimento foi de meio milhão de euros.

A cerimónia do Muro da Esperança, no Largo do Município, a partir das 10 horas do próximo sábado, 21 de abril, constitui sempre motivo de grande entusiasmo com a mobilização de crianças e flores, naquela que é uma manifestação que habitualmente anima a manhã do sábado da Festa da Flor, que antecede o cortejo alegórico, no domingo 22 de abril, pelas 16 horas, entre a Praça da Autonomia e a Rotunda Harvey Foster. É o maior cortejo da Flor de sempre, integrando 11 grupos.

Com a temática “Madeira 600 Anos em Flor”, este ano a Festa da Flor contra com o Muro da Solidariedade, na Praça do Povo, onde os carros do cortejo alegórico ficarão em exposição até às 18 horas do dia seguinte ao desfile. No dia 29 de abril, pelas 15.30 horas, haverá uma parada de automóveis clássicos, com o mesmo percurso do cortejo.

Entre 10 e 13 de maio, uma novidade, a instalação de estruturas florais na Praça do Povo e ao longo da Avenida Sá Carneiro. Quanto ao resto, constitui também atrativo, como sejam os tapetes florais na Avenida Arriaga, o Mercado das Flores e dos Sabores com 18 stands, a exposição de Bordado no Largo da Restauração.

A animação da Festa passará por vários concelhos, nomeadamente Funchal, Santa Cruz, Câmara de Lobos, Ponta do Sol e Machico.

om a instalação de Estruturas florais na Praça do Povo e ao longo da Avenida Sá Carneiro.