JPP quer criar parque arqueológico subaquático no Porto Santo

O grupo parlamentar do JPP anunciou que vai apresentar, na Assembleia Legislativa da Madeira, um projecto de decreto legislativo regional com o objectivo de criar o primeiro parque arqueológico subaquático da Região, nomeadamente o parque arqueológico Slot Ter Hooge no Porto Santo.

Esta proposta na área da conservação do património cultural e arqueológico regional, prende-se com o naufrágio do famoso galeão holandês Slot Ter Hooge, em 1724, nas águas do Porto Santo, na zona do Porto do Guilherme, explicou o Juntos Pelo Povo pela voz do deputado Rafael Nunes, em conferência de imprensa.

“O JPP entende que o sítio do naufrágio do Slot Ter Hooge exibe características que permitem potenciar e promover algumas actividades socioeconómicas de índole turístico-cultural, nomeadamente o mergulho, e que poderá significar uma mais-valia para a própria economia do Porto Santo. A isto alia-se a salvaguarda do valor intrínseco em termos de património arqueológico”, disse este parlamentar.

O deputado do JPP sublinha a necessidade de promover uma “política de prevenção, de salvaguarda, de valorização, de investigação e de incentivo à gestão do património arqueológico e cultural da Região, tendo também em atenção que este pode ser um factor de relevo para valorizar o desenvolvimento local e a economia da ilha do Porto Santo”.

Rafael Nunes recordou que “este constitui um dos mais importantes contextos arqueológicos de naufrágio na Região e um elemento marcante do património cultural regional, tendo sido durante muitos anos considerado um dos dez maiores tesouros submersos do mundo”.