Turistas alemães procuram Região mas é preciso garantir transporte aéreo, diz Paula Cabaço

ITB B BERLIM
A Madeira promove-se na Feira de Berlim (ITB).

Paula Cabaço, a secretária regional do Turismo e Cultura, está na ITB de Berlim e diz que “a procura dos turistas alemães pela Região existe e é fundamental que se encontrem alternativas, ao nível do transporte aéreo, para garantir que seja dada resposta ao que este mercado, neste momento, espera de nós”.

A representação da Madeira, no stand de Portugal, fica marcada pelo dinamismo do setor turístico regional, representado em peso no evento.

“Ao longo do dia de hoje e em conjunto com a equipa da Associação de Promoção da Madeira, tivemos a oportunidade de contatar com várias companhias e tour operadores, oriundos deste mercado e de outros – como é o caso da Alemanha, Escandinávia, Polónia e Reino Unido – sendo que, de todos eles, chegou-nos a confirmação de que o interesse e a procura pelo nosso destino mantêm-se e deixam antever boas perspectivas para o futuro”, sublinha a governante.

Neste enquadramento, acrescenta, “o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Governo Regional e Associação de Promoção da Madeira, em conjunto com a ANA – Aeroportos de Portugal, é da maior importância para que não se percam oportunidades e para que possamos continuar a reforçar a nossa abertura ao exterior, em mercados que revelam interesse e capacidade para crescer”.

Satisfeita com o otimismo revelado pelos parceiros privados do setor, Paula Cabaço não tem dúvidas de que a Madeira está “representada, nesta grande feira internacional, ao mais alto nível e que cada um dos associados está a fazer todos os possíveis para que, em conjunto, possamos vir a ter boas notícias, a curto e médio prazo, no que respeita ao desenvolvimento turístico da Região”.

Segundo uma nota da secretaria, a mesma refere que, “no total, são mais de 30 os associados da Associação de Promoção da Madeira que se fazem representar, nesta Feira, 17 dos quais com espaço próprio para desenvolver os seus negócios.

Também acresce dizer que a tradicional poncha madeirense marcou o final da tarde, no espaço reservado ao nosso destino, no stand de Portugal, com muitos dos presentes a não quererem perder a oportunidade de experimentar tal iguaria”