Rui Abreu abriu Conselho Regional da JSD em Santana

Foto DR.

O Secretário-geral do PSD, Rui Abreu, disse, hoje, no Conselho Regional da JSD, em Santana, que conta com os jovens para os desafios que a Madeira enfrenta, os quais “são decisivos para o nosso presente coletivo, mas, sobretudo, são fulcrais” para o futuro da nossa juventude.

Segundo uma nota de imprensa, Rui Abreu destacou o paela da juventude no futuro do partido e da Região.

“O vosso papel é decisivo porque nós, social-democratas, não abdicamos deste rumo que traçamos para a Madeira: o de devolver a nossa credibilidade externa; reequilibrar as nossas Finanças Públicas; aprofundar a estabilidade e a paz social; diminuir o desemprego; melhorar os indicadores económicos; tornar a Madeira uma região atrativa para cidadãos e empresas, dentro da nossa visão europeia e atlântica, num mundo fortemente globalizado”, disse.

O Secretário-geral afirmou que todos sabem “muito bem que a Juventude tem problemas específicos”, que passam pela educação, pelo emprego, pela qualificação profissional, mas também por questões como as da habitação e de mobilidade.

“Estamos atentos a estes problemas e não nos esquecemos de vós”, garantiu, salientando que nem poderia ser de outra forma, uma vez que “esta geração é qualificada, bem preparada, empreendedora e ambiciosa”. Apenas precisa de “oportunidades justas para demonstrar as suas capacidades”.

“E é isso que almejamos: uma Região mais justa e solidária, capaz de proporcionar igualdade de oportunidades para todos: Uma Região capaz de garantir aos nossos jovens um futuro próspero e risonho”, disse.

Em termos partidários, Rui Abreu sublinhou que é com os jovens, e com a JSD, que “o PSD se renova, se adapta e se fortalece”.

Considera, por isso, “imperioso, portanto, que a JSD/Madeira continue a ser uma escola de elite preparada para agarrar as oportunidades e mostrar o seu valor”.

Ou seja, “uma JSD/Madeira proativa, empenhada, irreverente, responsável, atenta, participativa” e que seja a “consciência crítica do partido e uma voz ativa na defesa dos interesses dos jovens da Madeira e do Porto Santo”.

Rui Abreu lembrou ainda que o PSD “é um partido de matriz social-democrata, defensor da liberdade, da igualdade e da solidariedade, e de pendor popular, interclassista e autonomista”, sendo estes os seus princípios e valores e a razão da sua existência.