Geossítio do mês de março é a Serra de Dentro no Porto Santo

Um nota divulgada pela Secretaria Regional do ambiente e Recursos Naturais dá conta que o geossítio eleito para o mês de março será o PSt05 –Serra de Dentro.

Os extensos depósitos de argilas de tonalidade esverdeada que afloram na Serra de Dentro, na ilha do Porto Santo, são designados, localmente, por salão ou massapez.

Estas argilas resultaram da alteração de materiais vulcânicos submarinos, formados durante a fase de montanha submarina (hialoclastitos). Através de processos de erosão, a alteração destes materiais ocorreu, primeiro, sob a influência da água do mar, continuando mais tarde, sob ação dos agentes erosivos subaéreos.

Os depósitos encontram-se atravessados por uma importante rede de rochas filonianas escuras, de natureza basáltica, que servem de suporte e de preservação dos mesmos, relativamente à erosão.

Estruturas sedimentares como as fendas de dessecação ou fendas de retração, formadas por contração devido à evaporação da água, indicam a presença de componentes argilosos.

Este é um local de relevância tanto regional como nacional, dada à sua a génese, natureza e composição química e único em Portugal.

O salão faz parte da arquitetura popular do Porto Santo porque foi utilizado durante décadas na cobertura das típicas “casas de salão”, antes da introdução da telha cerâmica.