Projecto “Brincos de Ponta” leva a “gangorra” ao Porto Moniz

 

Na próxima sexta-feira, dia 16 de Fevereiro, pelas 11h30 no Centro de Ciência Viva do Porto Moniz, será inaugurada a exposição “20 Anos na Memória: Gangorra ao Som do Pife”, no âmbito do projecto Brincos de Ponta – Práticas do Património Cultural Imaterial de Ponta Delgada promovido pela associação ACANGA em parceria com a AMC Xarabanda, a APCA – Madeira e diversas entidades locais do concelho de São Vicente.

Esta mostra. que teve início no passado mês de Dezembro, aquando das festividades da Primeira Oitava do Natal no sítio da Primeira Lombada em Ponta Delgada e que já passou também pela Câmara Municipal de São Vicente,  constitui-se como parte integrante do projecto Brincos de Ponta, que tem realizado um itinerário expositivo por vários pontos da Região Autónoma da Madeira levando a todo o arquipélago o conhecimento da tradição da Costa Norte da Madeira e de Ponta Delgada, contribuindo assim para o reforço da identidade colectiva local e valorizando a sua cultura imaterial.

A Gangorra é uma espécie de baloiço formado por dois paus em que um – o moirão – fica assente no chão, enterrado a certa profundidade para que se mantenha firme e o outro, uma espécie de trave curvada, geralmente de pau-de-louro e de grande envergadura é colocado suspenso sobre o moirão e em cada extremidade da trave superior senta-se um jogador que irá alternadamente impulsionar a gangorra ora acima e abaixo ora ainda rodando em torno do moirão vencendo o jogador que demonstrar mais destreza. Já o pife tem caraterísticas muito peculiares, pois é o único aerofone de bisel tradicional na Madeira, e é usado em exclusivo na Primeira Lombada da Ponta Delgada, associado aos festejos do Natal.

A entrada é livre para o público em geral até dia 18 de Abril.