Sara Madruga da Costa insiste com o Governo central sobre o encerramento do balcão dos CTT em Santo António

A deputada à Assembleia da República Sara Madruga da Costa voltou a questionar hoje o ministro do Planeamento e das Infraestruturas sobre o encerramento do balcão dos CTT de Santo António. A deputada relembrou que no dia 3 de Janeiro questionou o governo sobre este encerramento numa das maiores freguesias da região e que até à data ainda não obteve qualquer resposta do ministério.

Sara Madruga da Costa chamou ainda a atenção para algumas situações que considerou estranhas em relação ao encerramento do balcão em Santo António.

“A estação dos CTT de Santo António encerrou em Dezembro de forma repentina, sem qualquer aviso ou explicação, apesar de estranhamente não constar da listagem dos 22 encerramentos anunciados e constantes do plano de restruturação”.

“Por outro lado, recebemos respostas curiosas às perguntas que colocámos quer ao conselho de administração dos CTT quer à ANACOM. Os CTT continuam sem explicar quais as razões que levaram ao encerramento do referido balcão. A ANACOM diz que até à data não tem conhecimento da decisão de encerramento do balcão e que a mesma não foi previamente comunicada”.

Exige-se uma resposta satisfatória a todas estas incongruências, defende a parlamentar madeirense. “A população de Santo António tem o direito a saber porque motivo fechou o seu balcão dos CTT e não fecharam outros balcões cujo encerramento foi anunciado. Porque houve retrocessos no encerramento de alguns balcões e o encerramento repentino de outros?”, questiona.