Rubina Leal criticou atrasos na atribuição de bolsas pela CMF aos estudantes universitários

Os vereadores do PSD na Câmara Municipal do Funchal apresentaram ontem, em reunião de câmara, uma proposta para a atribuição de bolsas de estudo aos alunos universitários que residem no concelho.

Uma medida que os sociais-democratas desejavam que entrasse em vigor já este ano lectivo, referiu a vereadora do PSD, Rubina Leal, que lamentou que essa não tenha sido a vontade do executivo camarário.

“Hoje foi aprovada a abertura de um procedimento para a criação de um regulamento, um procedimento que nem é obrigatório”, notou ontem, alertando que este tipo de decisão irá atrasar o apoio aos estudantes universitários.

Afirmando que existem processos mais céleres, que incluem regras e critérios de atribuição, Rubina Leal lembrou que a edilidade funchalense já atribuiu outro tipo de apoios sem qualquer procedimento, criando um regulamento e levando à reunião de câmara para aprovação.

 “Aprovamos uma proposta que significa adiar a situação”, observou, explicando que o regulamento será alvo de um procedimento público, o que irá atrasar a atribuição das bolsas.

“Hoje aquilo que esta Câmara quis foi abrir um procedimento para criar um regulamento, que é o adiar esta situação e não cumprir aquilo a que se propôs”, criticou.