Teatro “escolar” a 25 janeiro no Centro Cultural John dos Passos

Os alunos da Disciplina de Teatro da Escola Básica e Secundária da Ponta do Sol, apresentam um “ Exercício | Espetáculo de Teatro”, no próximo dia 25 de janeiro, pelas 20h00, no Centro Cultural John dos Passos.

Este evento de Teatro Educação, com direção artística e pedagógica da responsabilidade do professor Zé Abreu, está aberto a toda a comunidade e será de entrada gratuita.

Numa época em que as crianças e jovens cada vez mais estão “reféns” das novas tecnologias, uma disciplina como o Teatro é um caminho para uma melhor socialização, para uma melhor aprendizagem individual e coletiva através da conceção de projetos de artes performativas dentro e fora da escola.

Assim, esta iniciativa prática de Teatro Educação será constituída pelos seguintes sketches teatrais: “O peso da interpretação”; “A Princesa Adormecida no Bosque”, “João Sem Medo”, “Apontamento de Artes Circenses”, “Infelizmente, por vezes, só damos valor às coisas depois de as perdermos”, “Da vinha ao vinho” e “Performance de Poesia”.

Realça-se que todos os textos que vão estar palco foram escritos ou adaptados pelos alunos em contexto de sala de aula, sob a orientação do professor de teatro. Haverá ainda tempo para um momento de Teatro de animação através do malabarismo com bandeiras, bolas, prato Chinês, lenços, diábolo e devil stick.

Há treze anos que os alunos desta escola apresentam, semestralmente, à comunidade o seu exercício prático de educação artística, pois todos acreditam que as artes na educação, como o Teatro, incluídas no currículo, têm um papel fundamental na formação integral das crianças e jovens, bem como para o exercício de uma cidadania plena.

Segundo o professor Zé Abreu, “o Teatro como disciplina de educação artística, desempenha um papel importante na educação, uma vez que trabalha diferentes expressões: corporal, vocal, musical, escrita e plástica. E, obviamente, ajuda os alunos a desenvolverem competências nos domínios cognitivos, emocional, afetivo, pessoal, social, artístico e cultural. Também os alunos envolvidos num processo de Teatro-educação desenvolvem a confiança em si e nos outros, a capacidade de trabalhar em equipa, de desenvolver a oratória, a concentração, a memória, a dicção, a leitura e compreensão de textos (dramáticos, poéticos, contos, etc.), a respiração, a projeção, o estar em público, o falar em público, a criatividade, a capacidade de abstração, a escrita dramática criativa, o sentido estético e a aprendizagem dos códigos teatrais.”