Conferência na Escola Francisco Franco abordou turismo sustentável

Realizou-se ontem de manhã na Escola Secundária Francisco Franco uma conferência intitulada “A importância do turismo sustentável no desenvolvimento das Regiões”, na qual foi orador João Lemos, presidente da direcção da Associação de Investigação Científica do Atlântico (AICA).

O mesmo referiu que “o turismo é o sector que mais tem crescido a nível mundial e que representa maior volume de negócios. Contribui com 10% para o PIB mundial, empregando 277 milhões de pessoas em todo o mundo. Em 2016, 12% da população do mundo fez turismo, o que corresponde a 1,24 biliões de pessoas. Tendo chegado à Europa 609 milhões ou seja 51 %. Os cinco primeiros países turísticos foram em 2016, a França com 85 milhões, os EUA com 77,8 milhões, a Espanha com 68 milhões, a China com 57 milhões e a Itália com 51 milhões. A Madeira recebeu 1 milhão e 200 mil turistas em 2016, teve 7 milhões de dormidas e este sector emprega cerca de 10 mil pessoas na Região, contribuindo em 27% do PIB”.

Para João Lemos, “o turismo sustentável tem por objectivo satisfazer as necessidades da população local, dos turistas no presente e salvaguardar os recursos/ambiente, de modo a que os futuros turistas possam continuar a visitar os territórios turísticos”. Mas para que um destino seja considerado sustentável é necessário que “haja vontade política, legislação apropriada, existência de recursos financeiros para os sectores público e privado em termos de investimentos, formação adequada dos profissionais, certificação e monitorização do destino turístico e um trabalho aturado junto das populações locais, envolvendo estas no processo ou modelo a implementar no território”.

O palestrante deixou algumas sugestões para que a Madeira no futuro possa ser um destino de turismo sustentável.