Diversidade na inauguração das novas instalações do JM

Fotos Rui Marote.

O JM inaugurou hoje as suas novas instalações, na Rua 31 de Janeiro, no Funchal abandonando o prédio da Diocese na Rua Fernão de Ornelas.

À cerimónia acorreram diversas personalidades da vida política, económica e social madeirense.

Uma diversidade e pluralismo impensável há alguns anos, quando o JM era maioritariamente público.

Privatizado a meados de 2017, o JM é detido pelos empresários Luís Sousa e Avelino Farinha.

A direcção editorial está a cargo de Agostinho Silva.

As novas e modernas instalações, que albergam o JM e a rádio, foram dadas a conhecer a personalidades tão diversas quanto Miguel Albuquerque e Paulo Cafôfo, Avelino Farinha e Michael Blandy, assim como o colunista e candidato à liderança do PS, Emanuel Câmara.

Empresários, presidentes de Câmara, secretários regionais, deputados e o vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado também não faltaram à cerimónia.