Cosmos contra reabertura de aterro no Porto Novo

porto novo1
Um aterro na zona do Porto Novo está a preocupar a Cosmos.

A Cosmos – Associação de Defesa do Ambiente e Qualidade de Vida manifesta, em comunicado, o seu repúdio e apreensão “pela reabertura de um grande aterro, localizado na zona do Porto Novo, Concelho de Santa Cruz. Este aterro foi criado na orla costeira sem qualquer proteção marítima, mesmo com o objetivo de o mar levar com o tempo as terras ali depositadas. Infelizmente, este grave atentado ambiental causou (e tem causado) a destruição da flora e fauna marítima daquela zona costeira”.

A associação afirma não poder aceitar que “seja de novo reaberto este foco de poluição marítima, com novos descarregamentos de inertes, sem que se veja qualquer intervenção da Secretaria do Ambiente e dos Recursos Naturais.

Nesta mesma nota, a Cosmos diz ainda que “tem feito o acompanhamento não oficial da obra de aproveitamento hidroelétrico que está a ser realizada no Paúl da Serra”, considerando que “pela dimensão desta obra e seu impacte ambiental, as associações de ambiente da região deveriam fazer parte da Comissão de Acompanhamento. Infelizmente não aconteceu, o que lamentámos”.