Inspeção dos contadores da luz avança por decisão do Regulador, na EDP, EEM E Eletricidade dos Açores

eletricidade
Na Madeira é a Empresa de Eletricidade que detém os equipamentos dos consumidores da Região, que estão incluídos nesta inspeção do Regulador.

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos vai avançar com uma inspeção aos contadores da luz dos consumidores portugueses, equipamentos que são detidos, no espaço continental pela EDP, e nas Regiões Autónomas pela Empresa de Eletricidade da Madeira e a Eletricidade dos Açores.

A notícia foi avançada pelo Jornal de Negócios mas ainda não há data para o início do processo. O objetivo, segundo refere o mesmo jornal citando fonte do regulador é “garantir a supervisão adequada ao bom funcionamento dos contadores, das leituras efectuadas, da correcção de anomalias, do cumprimento dos procedimentos de reporte e registo interno de todas as situações relacionadas com anomalias de contagem e de medição e sua correcção”.

Segundo indica a notícia “a última auditoria aos contadores teve lugar entre 2011 e 2012 quando a ERSE realizou inspecções aos aparelhos das três principais empresas que detêm estes equipamentos em Portugal: a EDP Distribuição, a EEM e a EDA”.

A informação do “Negócios” aponta que “a auditoria detectou anomalias em vários aparelhos da EDP Distribuição, e a ERSE determinou que a empresa teria de devolver 11 milhões de euros aos consumidores afectados. A EDP Distribuição acabou por devolver 4 milhões de euros aos consumidores afectados. Mas os restantes 7 milhões estão a ser contestados pela empresa, “aguardando-se a decisão dos tribunais sobre a matéria”, diz o regulador.