Centro de Ciência Viva do Porto Moniz assinala Dia Mundial do Braille

O Centro de Ciência Viva do Porto Moniz vai assinalar o Dia Mundial do Braille amanhã, pelas 14h30, numa acção de sensibilização que contará também com jogos interactivos. Segundo informa Laura Alves, coordenadora do Centro, o Centro Ciência Viva, em parceria com a DASC – Divisão de Acompanhamento à Surdez e Cegueira, e com o apoio do Município do Porto Moniz, realiza esta comemoração do Dia Mundial do sistema de leitura e de escrita Braille, que permite através do toque facilitar a vida das pessoas invisuais e a sua integração na sociedade. Louis Braille ficou cego aos 3 anos de idade, e aos 20 anos conseguiu formar um alfabeto com diferentes combinações de 1 a 6 pontos, que alastrou pelo mundo e que ainda hoje é usado como forma oficial de escrita e de leitura das pessoas cegas, permitindo-lhes o acesso a toda uma panóplia de conhecimentos contidos em livros e documentos que de outra forma não poderiam ler nem consultar.

“Para este dia, teremos com um vasto leque de actividades, que sensibilizam a importância deste tipo de comunicação para as pessoas invisuais, com actividades diversas e jogos interactivos”, promete a responsável . A acompanhar as actividades estarão algumas pessoas especializadas nesta área, designadamente uma psicóloga, bem como pessoas invisuais, que darão o seu testemunho sobre este mundo que tem principal meio de comunicação o Braille.