MDM – Madeira debate formas de exploração no feminino

Amanhã,  dia 24 do corrente, às 18h30 no Hotel Orquídea, no Funchal, o MDM- Madeira assinala o Dia Internacional da Não Violência contra as Mulheres, com um debate em torno de “uma das maiores expressões de violência sobre as mulheres: a prostituição como flagelo social, profundamente aliado à pobreza e à exploração femininas”.
Como oradora desta iniciativa, “Formas de exploração no feminino: a prostituição e a pobreza”, estará Inês Fontinha, antiga directora da Associação “O Ninho”, que abordará a sua experiência de décadas de trabalho em apoio e defesa de milhares de mulheres portuguesas, após o que haverá espaço para debate em torno desta problemática.

Madeirense, Inês Fontinha é formada em Sociologia e foi directora da Associação “O Ninho”, uma instituição particular de solidariedade social fundada em 1967. A mesma abordará a sua experiência de décadas de trabalho, em apoio e defesa de milhares de mulheres portuguesas, pugnando pela reinserção social das pessoas que se prostituem.
Inês Fontinha foi nomeada para o Nobel da Paz, condecorada por Jorge Sampaio e homenageada pela Assembleia da República com o Prémio de Direitos Humanos.