Balcão do Investidor da CMF apresenta-se aos empreendedores com mais de 2 mil atendimentos feitos

O Balcão do Investidor é uma aposta da vereação de Paulo Cafôfo. Fotos DR

A Câmara Municipal do Funchal participa, a partir de hoje, na Cidade do Empreendedor, um evento organizado pela Associação de Jovens Empresários Madeirenses (AJEM), que tem lugar no Tecnopolo até ao próximo domingo.

A CMF faz-se representar no certame com o seu Balcão do Investidor, tendo como objetivo “divulgar junto dos seus empreendedores as principais valências do Balcão e mostrar-lhes que podem contar com a autarquia como um parceiro ativo e empenhado, no sentido de concretizar as suas ideias de negócio”, explica o presidente Paulo Cafôfo.

O Balcão do Investidor da Câmara Municipal do Funchal foi criado em agosto de 2015, para funcionar como um espaço complementar aos atuais serviços municipais, de modo a prestar aos potenciais investidores no concelho todo o tipo de informações de que estes necessitem. Em pouco mais de dois anos de funcionamento, os assistentes municipais já atenderam, no Balcão, um total de 2154 potenciais investidores, números que, no entender do presidente, “sublinham o impacto e a importância do projeto para a nossa economia local. Mas queremos mais e um evento como a Cidade do Empreendedor é uma excelente oportunidade para contactar de perto com o público-alvo do nosso Balcão.”

O stand contará, nos próximos quatro dias, com a presença de dois assistentes do investidor, disponíveis para esclarecer e apoiar todos os interessados, a partir da premissa de que ter uma ideia de negócio é apenas o primeiro passo, num caminho exigente para se ter sucesso.

O Programa de Revitalização do Comércio e Serviços do Funchal (2015-2017) foi uma das estratégias centrais do executivo de Paulo Cafôfo ao longo do seu primeiro mandato, no sentido de regenerar a economia local da cidade que, no fim de 2013, atravessava um período deveras complicado. O executivo eleito pôs, assim, as mãos à obra e executou um ambicioso programa orientador com 70 medidas, cujos resultados estão hoje à vista por toda a cidade.

A par de outras ações marcantes, como a revitalização profunda dos mercados municipais dos Lavradores e da Penteada, a nova sinalética urbana da cidade ou o inédito calendário de eventos, uma das medidas mais emblemáticas foi, sem dúvida, o Balcão do Investidor. Neste espaço, os investidores passaram a encontrar um atendimento personalizado e especializado nas áreas de comércio, serviços e reabilitação urbana, sendo-lhe fornecida informação sobre os benefícios fiscais, apoios e incentivos financeiros, procedimentos de legalização, requerimentos e licenciamentos, ou seja, toda a informação fundamental para a concretização de um investimento.Para Paulo Cafôfo, “incentivar o investimento era um vetor essencial de uma estratégia que tinha de ser integrada e, neste domínio, os resultados do Balcão do Investidor têm sido incontornáveis. Este passou a ser um posto avançado e crucial na revitalização da nossa economia local e, entre agosto de 2015 e outubro de 2017, foram mais de dois mil atendimentos a investidores, que recorreram aos serviços do Balcão em busca de incentivos, apoios, agilização, licenciamentos chave na mão, e de mais informação e orientação. A centralização deste tipo de serviços municipais, na lógica da modernização ddministrativa que temos vindo a implementar de forma clara, e de que a Loja do Munícipe é o maior exemplo, tem respondido plenamente às nossas expetativas.”