Idalina Perestrelo salientou avanços da economia social e do empreendedorismo

A vereadora da CMF, Idalina Perestrelo, esteve presente hoje na sessão de abertura do I Mercado Social da Madeira, uma organização da Associação de Investigação e Promoção da Economia Social (AIPES). Na ocasião, refere comunicado de imprensa, fez eco do “enorme agrado em verificar que a economia social, o empreendedorismo e a responsabilidade social são preocupações transversais às entidades públicas e privadas da Região.”

Para Idalina Perestrelo, “é imprescindível que as empresas se preocupem com a sua gestão, o ambiente interno, a qualidade dos seus serviços e com o seu crescimento económico, mas é igualmente imprescindível que tenham também a preocupação com a envolvência e adaptação da sociedade em que estão inseridas, bem como com a redução dos impactos negativos da sua actividade na comunidade e no Meio Ambiente.”

Desta forma, salientou, “a ideia de reunir aqui entidades de Economia Social e empresas, num ambiente informal, mas que promove a troca de experiências e de serviços que visam o desenvolvimento de ambas, só pode ser de sucesso. Sempre com um objectivo em comum, o de reforçar a política de responsabilidade social.”

A autarca abordou seguidamente o trabalho da CMF nestes domínios, ao longo dos últimos anos, abordando a Estratégia Municipal de Revitalização do Comércio e Serviços, a Oficina Solidária ou a Loja do Botão Solidário, e concluiu que “para a Câmara Municipal do Funchal, quantos mais agentes caminharem lado a lado neste objectivo comum, mais a nossa cidade sairá beneficiada. Que este encontro entre empresas e entidades sem fins lucrativos seja pautado pela construção de uma rede de sucesso, que promova o comércio, a entreajuda e a criação de boas oportunidades para todos.”