Passos Coelho confirma oficialmente que não é recandidato à liderança do PSD

passos coelho
Passos acaba de anunciar, oficialmente, que não é recandidato à liderança do PSD.

O líder do PSD acaba de anunciar, oficialmente, na sequência do Conselho Nacional, que não é recandidato, em 2018, à liderança do PSD, depois de já ter afirmado essa intenção na Comissão Política Nacional.

Passos Coelho diz que os resultados não deixam margem de manobra para uma decisão relativamente ao futuro, lembrando que as eleições são locais mas têm, também, “uma leitura nacional”.

Diz que não apresenta demissão, mas afirma que tira as ilações e anuncia que se torna “muito claro para que não me apresentar a uma recandidatura à liderança do partido”. Reforça que “a afirmação de uma nova liderança, no PSD, terá maiores possibilidades de progressão. Penso isso porque o ambiente que se gerou ao longo destes dois anos, torna o resultado das eleições um resultado que se centra na liderança uma alternativa. Esta decisão faz todo o sentido. Tive que tomar, ao longo da vida, decisões importantes, para as quais houve pouco tempo para pensar, mas que tinhamos a certeza de ser a melhor.