Enfermeiros suspendem greve, registam “avanços nas negociações” mas ainda não há acordo

enfermeiros
Enfermeiros muito perto de verem satisfeitas algumas das reivindicações mas ainda não há acordo.

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses decidiu hoje suspender a greve que estava marcada para os dias 3, 4 e 5 de outubro, em virtude de estra ainda em cima da mesa uma margem de diálogo que permite avanços futuros.

Embora sem chegar a acordo, na reunião de hoje com o Governo, A CNESE constata a existência de “alguns avanços nas negociações”, pelo que, assim, justifica uma posição de prudência relativamente a outras formas de luta. O Governo agendou uma nova reunião para 9 de outubro depois de ter sido apresentada uma contraproposta.

A outra estrutura sindical, integrada na FENSE, decidiu adiar a paralisação, prevista para 16 de outubro.