“Mais Porto Santo” preocupado com animais errantes

mais porto santo
A candidatura de José António Castro diz que o veterinário do canil/gatil não faz esterilizações, “tem que vir uma equipa da Madeira”.

LOGO ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 2017

O movimento de cidadãos “Mais Porto Santo” afirma-se “atento e preocupado com o crescente número de animais errantes que vagueiam nos espaços públicos do concelho”.

Numa ação de campanha, o movimento de José António Castro considera que “para solucionarmos este problema é obrigatório começar a registar estes animais, fazer esterilizações em massa a cadelas e gatas e promover campanhas de vacinação gratuitas ou simbólicas para pessoas que tenham animais. Neste momento, temos um veterinário no Canil/Gatil do Município do Porto Santo que não faz esterilizações, tem de vir uma equipa da Madeira fazê-lo e é urgente também alterar esta condição, que tem custos”.

Para o candidato “é igualmente fundamental redimensionar o Canil/Gatil do Município do Porto Santo que, apesar de funcionar em boas condições, já não tem capacidade de resposta. Não aceita mais animais errantes por falta de espaço e através de candidaturas a fundos comunitários é possível resolver também esta situação. Somos ainda da opinião que se deveriam fazer mais campanhas de sensibilização para a adopção de animais”.