Eduardo Jesus agradece doação para o “Museu do Romantismo”

 

O secretário regional da Economia, Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, considerou um “enorme contributo para o Museu do Romantismo” que o Governo Regional quer instituir a doação de Susan Gale Bolger Seldon, um núcleo de jóias do século XIX que pertenceram à primeira condessa de Torre Bela. A cidadão de origem estrangeira doou também uma aguarela de Andrew Picken, conhecido pelas suas ilustrações da vida madeirense no século passado. A aguarela é datada de 1840, aproximadamente, e representa o cônsul inglês, James David Webster Gordon, passeando a cabalo nas imediações da sua propriedade, na Quinta do Monte.

“Além de ser um gesto singular, que reflecte uma relação também ela especial com a Região e, em particular, com o Museu Quinta das Cruzes, este é, sem dúvida, um enorme contributo para o nosso projecto de recuperação da Quinta do Monte, onde será instalado o Museu do Romantismo”, disse Eduardo Jesus, ao receber a doação.

“Ter a oportunidade de dispor de peças tão singulares, únicas, ricas e cheias de história é sem dúvida um privilégio”, reforçou o governante, acrescentando que “a melhor resposta a essa confiança que nos depositam é saber preservar, divulgar e salvaguardar a memória e o significado que cada uma destas peças encerra”.

Susan Gale Bolger Seldon, refere nota do GR, mostrou-se por seu turno emocionada e orgulhosa por partilhar mais esta colecção com o Museu Quinta das Cruzes, que considera “seguro”, e reconheceu “o trabalho fantástico” que é desenvolvido, deixando a promessa de doar mais algumas peças, no decurso da sua próxima viagem à Madeira, antes da Páscoa. Altura em que permanecerá um mês na Região.

A relação entre Susan Seldon e a Região já é longa, diz a SRETC. A sua ultima doação ao Museu Quinta das Cruzes remonta a 2012, altura em que o Museu recebeu a pintura intitulada “Virgem com o Menino Jesus e Santa Catarina de Alexandria”, pintura a óleo sobre tela, com moldura em madeira entalhada e dourada, da escola italiana, datada do final do século XVII, início do XVIII.

Tal peça era proveniente da Capela de Nossa Senhora da Boa Hora, em Câmara de Lobos e apresenta no verso da moldura a marcação “RUSSEL M. GORDON”, referente a Russel Manners Gordon (1829-1906), 3.º Visconde e 1.º Conde de Torre Bela pelo casamento com D. Filomena Gabriela Correia Brandão Henriques de Noronha, em 1857, bisavô da presente doadora.