Noite aberta na Estação de Biologia Marinha amanhã 23 de setembro

Há 10 anos que a Estação de Biologia Marinha abre as suas portas ao público uma noite, por mês, durante o Verão, com o intuito de mostrar o que se faz naquele laboratório, tanto na componente da investigação como na componente da educação ambiental.

Segundo uma nota de imprensa, a Noite Aberta acontece amanhã, sábado, dia 23 de setembro e conta com o seguinte programa:

-21h00: “Águas vivas –Projeto Gelavista” –Convidada: Dra. Antonina Santos (IPMA – Instituto Português do Mar e da Atmosfera e coordenadora do projeto Gelavista)

-20h00 e 22h30: Visitas guiadas à Estação de Biologia Marinha do Funchal.

O GelAvista é o programa de ciência cidadã do IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera), responsável pela monitorização de organismos gelatinosos na costa Portuguesa.

Um programa que pretende envolver a população em geral para a recolha de informação sobre o avistamento de organismos de aspeto gelatinoso nas praias, marinas, em atividades de mergulho ou náuticas, ou ainda desde embarcações.

Foi também recentemente lançada a aplicação GelAvista para telemóvel e tablet, que pode ser descarregada na playstore. Uma ferramenta que visa facilitar o envio de avistamentos de organismos gelatinosos a todos os observadores GelAvista.

Após um ano e meio de existência, mais de 110 observadores voluntários comunicaram cerca de 530 avistamentos ao longo de toda a costa portuguesa, como também nos Açores e Madeira e devido ao interesse mostrado em relação a avistamentos em todo o território português, não cingindo a área apenas ao território continental, oficializa-se assim a extensão do programa à Madeira.

A nível regional as responsáveis serão Sofia Vieira, dos Assuntos do Mar da Direcção Regional de Ordenamento do Território e Ambiente e Mafalda Freitas da Estação de Biologia Marinha do Funchal.