Roquelino Ornelas reafirma que foi impedido de entrar no quartel dos bombeiros de Santa Cruz

O candidato social-democrata Roquelino Ornelas reafirmou ontem que a candidatura do PSD foi proibida de entrar nas instalações dos Bombeiros Municipais de Santa Cruz e lamentou que o presidente da Câmara venha agora dizer que os social-democratas não perceberam o que foi dito e que em causa estava uma questão de segurança.

“Nós pedimos, esse pedido foi autorizado e no dia em que se deveria realizar essa visita o senhor presidente esteve no quartel e deu ordens, presencialmente, ao comando para não nos deixar visitar”, afirmou, sublinhando que a justificação para os candidatos não entrarem seria o facto de o tecto estar a ser pintado. “Achamos que não é aceitável porque se não tem segurança para uma visita também não tem segurança para os bombeiros e os bombeiros estavam lá dentro.”

“Apesar de estarmos em tempo de campanha não vale tudo”, disse.

Roquelino Ornelas falava à margem de uma conferência de imprensa dedicada à temática do Turismo, realizada no Caniço de Baixo, onde estão instalados grande parte dos empreendimentos hoteleiros do concelho.

O candidato social-democrata mostrou-se satisfeito pela vinda de mais uma unidade hoteleira, virada para a sustentabilidade ambiental, que irá aumentar a oferta de emprego. Contudo, lamentou que, ao nível das decisões políticas, existam atrasos que poderiam muito bem ser possíveis de eliminar, salientando que “fazem muito mal à economia” e à ideia que os empresários fazem depois do nosso concelho e à forma como se decidem os processos”. “Achamos que no futuro tem que haver uma grande reforma a esse nível”, disse.