Hamilton de Holanda dá show no II Festival de Bandolins da Madeira

Fotos DR.

Foram muitos os que ontem à noite se dirigiram ao convidativo espaço do Instituto do Vinho da Madeira (IVBAM) para assistir ao II Festival Internacional de Bandolins cujo nome maior foi o brasileiro Hamilton de Holanda.

O evento começou morno com a atuação da orquestra de bandolins da Direcção de Serviços de Educação Artística e Multimédia (DSEAM) seguido da orquestra da Casa do Povo da Camacha.

Subiu também ao palco a orquestra da Casa do Povo de Câmara de Lobos.

Nesta altura eram sobretudo pais e alguns curiosos, amantes da música tradicional Portuguesa/madeirense a compor o espaço. Muita gente ligados à música desde Rui Camacho, Norberto Gomes da OCM, Robert Moritz dos Cordofones, entre outros.

Antes de atuar, o cabeça de cartaz Hamilton de Holanda decidiu tocar com todos os grupos, o que se traduziu num gesto de humildade aplaudido pelo público.

Quanto à atuação do bandolinista Hamilton de Holanda, vencedor de dois prémios Grammy Latino, diz quem assistiu que foi soberba.

Aos 41 anos de idade, Hamilton foi o vencedor, em 2016, do Grammy Latino de Melhor Disco de Música Instrumental.

Refira-se que ao concerto acorreram também vários cidadãos de nacionalidade brasileira.

Quem não precisou de palco foi a diretora regional da cultura, Natércia Xavier que se sentou no chão para ouvir e fruir o momento.

Hoje o Festival prossegue com a participação do galego Fernando Barroso.