Jornalistas recebem formação sobre prevenção do suicídio

Jornalistas recebem formação. Foto DR.

Os jornalistas tiveram hoje formação sobre “Efeito Papageno: A importância do papel do jornalista na prevenção do suicídio”, dirigido aos Jornalistas, com orientação do psicólogo clínico José Manuel Borges.

Uma palestra dinamizada pela unidade de psicologia do SESARAM, participada por 14 jornalistas da RTP, Rádio Praia (Porto Santo), DN e JM.

Tudo isto se enquadra nas I Jornadas de Prevenção do Suicídio,realizadas ontem e hoje. A iniciativa surge no âmbito do Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, criado pela Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio e pela OMS, assinalado no dia 10 de setembro.

O suicídio constitui um grave problema de saúde pública, pelo que se torna premente a concertação de diferentes perspetivas técnico-científicas para uma intervenção mais eficaz nesta matéria. Neste sentido, vários especialistas com competências nesta área têm debatido diversos temas de interesse relacionados com esta temática, com o principal objetivo de sensibilizar os profissionais e demais público.

No dia de hoje, no Centro de Formação e Investigação do SESARAM, localizado no Núcleo de Apoio ao Hospital Dr. Nélio Mendonça,  teve lugar dois workshops: “Avaliação do Risco e Intervenção em Crise no Paciente Suicida”, dirigido aos técnicos de saúde e “Efeito Papageno: A importância do papel do jornalista na prevenção do suicídio”, para jornalistas.