Sofia Canha quer outro dinamismo para o sítio da Estrela da Calheta

A socialista Sofia Canha considerou hoje que o sítio da Estrela na Calheta precisa de mais dinamismo. A candidata à autarquia propõe que os serviços camarários sejam transferidos para a Estrela. Sofia Canha defende, por outro lado, que na vila da Calheta deve ser estabelecido um pólo de turismo sénior, na infraestrutura camarária, que inclusive é da Santa Casa da Misericórdia.

A candidata do PS nas autárquicas naquela localidade disse que a proposta apresentada visa por um lado servir a concentração de população, uma vez que é uma zona residencial e, por outro, a Estrela é a zona mais bem servida em termos de transporte público.

Sofia Canha considera que é preciso devolver ao sítio da Estrela o dinamismo de outrora. “A Câmara e os serviços públicos devem dar o mote, fazendo primeiro um investimento em termos de produção de trabalho e de emprego para a fixação das populações, como também incentivar os privados a investirem nessa área”.

A candidatura do PS na Calheta preconiza, em termos autárquicos, que outras localidades sejam também dinamizadas, nomeadamente o Atouguia, o Lombo do Doutor, Fajã da Ovelha, Ponta do Pargo que, no seu entender, são as zonas mais esquecidas do concelho. Sofia Canha lembra que há escolas na iminência de encerrar, como também existem outras estruturas públicas, que poderiam ser utilizadas para dar dinâmica, às localidades anteriormente referidas, designadamente Juntas de Freguesia, Casas do Povo, mas também as entidades privadas e as Associações que até possam vir a ser criadas. Mas “é preciso a Câmara vir incentivar o associativismo para dar uma nova dinâmica ao concelho e não ficar apenas centrada numa determinada aérea”, referindo-se à vila da Calheta.