Câmara de Lobos entrega hoje prémios aos melhores alunos do concelho

A Câmara Municipal de Câmara de Lobos realiza hoje, pelas 19 horas, a quarta edição da cerimónia de entrega do “Prémio de Mérito Escolar “Joaquim Pestana”, no Museu de Imprensa – Madeira, onde serão distinguidos 105 alunos, abrangendo o melhor aluno por cada ano escolar de cada uma das escolas do município, entre o primeiro ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico até ao ensino secundário, e igualmente os melhores alunos dos cursos CEF e dos Percursos Curriculares Alternativos. A cerimónia contará com a presença do Secretário Regional de Educação, Jorge Carvalho.

O “Prémio de Mérito Escolar “Joaquim Pestana”, que entrou em vigor em Março de 2014, será atribuído no corrente ano pela quarta vez e visa estimular, reconhecer e distinguir anualmente, no arranque do ano lectivo subsequente, o desempenho escolar dos melhores alunos de cada estabelecimento de ensino sediados no concelho.

Na cerimónia serão atribuídos certificados a cada aluno, assim como um prémio individual que consiste num “cheque ensino” no montante de 50,00€ (cinquenta euros), destinado exclusivamente à aquisição de material didáctico e/ou escolar, representando um investimento global por parte da autarquia na ordem dos 5.500,00 euros.

A denominação do prémio “Joaquim Pestana” visa enaltecer e recuperar a memória histórica do poeta câmaralobense do século XIX, que se distinguiu como um dos vultos da corrente literária Novo Trovador e do ultrarromantismo. Poeta autodidata, Joaquim Pestana foi autor de uma profusa e relevante obra literária e poética, tendo publicado em muitas publicações de periódicos nacionais e estrangeiros. Não obstante, ao longo de todo o século passado, a historiografia madeirense votou este poeta ao desconhecimento, desmerecendo a sua obra, razão pela qual, com a atribuição do seu nome ao prémio de mérito escolar de Câmara de Lobos, a autarquia pretende fazer jus à sua memória e contribuir para recuperar o seu real valor na história da cultura e das letras madeirenses, diz a autarquia.