Vereador do PSD em Santa Cruz queixa-se da Câmara; edilidade responde

António Jorge Gomes Baptista, na qualidade de munícipe e vereador do PSD no concelho de Santa Cruz, deu hoje conta aos órgãos de comunicação social da apresentação de uma queixa, que efectuou contra o executivo camarário da JPP, na CADA (Comissão de Acesso a Documentos Administrativos). Diz Jorge Baptista que a 18 de Agosto de 2017 solicitou ao presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, com conhecimento a todos os vereadores  do município (…) “informação e cópia de se foi solicitado através de ofício do Tribunal de Contas e Polícia Judiciária, cópia do(s) processo(s) de adjudicação à sociedade de advogados “Santos Pereira & Associados” e em caso afirmativo, me seja fornecida cópia dos ofícios remetidos por essas entidades”.
O requerente refere que os elementos solicitados, bem como a informação, não foram disponibilizados ao requerente até à presente data.

Entretanto, a Câmara Municipal de Santa Cruz, ao tomar conhecimento desta queixa, já respondeu publicamente à mesma e diz à comunicação social que “é com surpresa que vemos esta iniciativa, uma vez que o senhor vereador Baptista tem em sua posse todos os documentos dos contratos assinados com a referida sociedade de advogados, na exacta medida em que todos eles foram às reuniões de Câmara desde 2014, estando, por isso, na posse de todos os vereadores”. 

A autarquia afirma que “não obstante (…) voltou a enviar recentemente os documentos ao vereador Jorge Baptista”.
“Posto isto”, conclui a edilidade santacruzense, “só se entende esta atitude no âmbito de outras tantas que têm sido levadas a cabo por elementos do PSD, que se queixam de tudo aos mais variados organismos, desde publicações no facebook, artigos de opinião, cor da roupa do presidente, locais onde almoça e meios de transporte usados. Atitude só entendida por nervosismo e desespero eleitoral, sentimentos a que a autarquia de Santa Cruz e os seus actuais responsáveis estão imunes”.