Aluno da Madeira (M-ITI), Fábio Mendonça, distinguido em conferência internacional com artigo sobre a apneia do sono

Foto cedida pelo M-ITI, com a distinção de Fábio Mendonça.

O Instituto de Tecnologias Interativas da Madeira (M-ITI) continua a dar cartas na investigação e inovação pela mão de alunos que têm apresentado trabalhos inovadores à comunidade científica internacional. Desta vez, a distinção ocorreu na V Conferência de Trabalho Internacional IEEE sobre Inteligência Bioinspirada (IWOBI 17), na qual Fábio Mendonça, aluno do doutoramento em Sistemas Ciber-Físicos em Rede e Cooperativos (NETSyS), ganhou o prémio de melhor artigo científico.

O artigo é coautorado pelo aluno Sheikh Mostafa e o professor Fernando Morgado-Dias, também investigadores do M-ITI, Juan Navarro-Mesa, da Universidade de Las Palmas, Gran Canária, e Gabriel Juliá-Serdá, do Hospital Universitário de Gran Canaria Dr. Negrın.

O artigo, intitulado “Um sistema portátil minimamente invasivo para deteção de apneia do sono,” explora o trabalho do Fábio Mendonça, no desenvolvimento de um dispositivo portátil minimamente evasivo para a deteção da apneia do sono, utilizando apenas a medição de oxigénio no sangue (oximetria). Este dispositivo é capaz de recolher a saturação de oxigénio e sinais de pulsação, que são enviados, por wireless, para uma estação de processamento, onde uma aplicação regista e analisa a informação. Este dispositivo poderá, em breve, revolucionar a vida de milhares de pessoas com esta condição, fortemente associada ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares, aumento de morbilidade e mortalidade. É especialmente relevante nos dias de hoje, nos quais se assiste à mudança dos cuidados de saúde de um foco primário e cuidado especializado, para a prevençãoe o bem-estar.

As desordens do sono, tais como a apneia do sono, têm ganho cada vez mais relevância nos dias de hoje, e os métodos de deteção e monitorização do sono não evasivos, como este, têm cada vez mais vindo a ser procurados.

O estudo, que envolveu 35 pacientes, insere-se no âmbito do doutoramento em Sistemas Ciber-Físicos em Rede e Cooperativos (NETSyS), um programa em parceria com o Instituto Superior Técnico/ U. Lisboa, Universidade de Carnegie Mellon e M-ITI. É esperada a abertura de um novo período de candidaturas ainda este ano, com a possibilidade de atribuição de bolsas que financiam o programa na totalidade.

Para mais informação sobre este e outros doutoramentos do M-ITI, o FN recomenda o site que se segue:

consulte http://www.m-ti.org/phd_collaborations ou contacte academic@m-iti.org