Freguesias à lupa: Paul do Mar onde o CDS disputa ‘taco a taco’ com o PSD e já foi poder em 1993

A freguesia do Paul do Mar, no concelho da Calheta tem cerca de 800 eleitores mas só cerca de metade vão a votos.

Terra de emigrantes, sobretudo para o Panamá, nesta freguesia a disputa eleitoral entre o PSD e o CDS costuma ser renhida.

É certo que o CDS só ganhou a Junta uma única vez (em 1993) mas nos outros escrutínios autárquicos prognósticos só no fim.

Com maior ou menor dificuldade, o PSD tem levado a água ao seu moinho.

Junto dos pauleiros, as forças de esquerda têm pouca expressão.

O melhor resultado alguma vez alcançado pelo PS foi 2,5% em 1985 e, mesmo coligado com o CDS em 2001 não foi além de 40%. Aliás, até a CDU obteve melhores resultados do que o PS em 1993.

A situação é de tal feição para o PS que o partido nem sequer apresentou listas à Assembleia de Freguesia do Paul em 1976, 1979, 1982, 1997, 2005, 2009 e 2013.

Ao invés, o CDS tem forte implantação na freguesia. O melhor que já conseguiu foi vencer a Junta em 1993 (52,3%) e o pior resultado foi 31,3% em 1985.

De resto, os pauleiros têm depositado o seu voto e a sua confiança no PSD.

O mais expressivo resultado conseguido pelo PSD foi em 1989 (61,7%) e o mais ‘magro’ em 2009 (48,8%).

A luta mais renhida entre PSD e CDS que acabou por pender para o PSD foi precisamente em 2009 quando a equipa ‘laranja’ ganhou ao CDS por 8 votos de diferença.