“Mais Porto Santo” quer Plano de Saúde Municipal

Mais porto santo BANDEIRAS
“Mais Porto Santo” de José António Castro, está preocupado com a Saúde da ilha.

O Plano de Saúde Municipal é o mote para a autarquia do Porto Santo exercer as novas competências no sector, “garantindo a qualidade dos serviços básicos aos portosantenses”. Esta pretensão foi dada a conhecer pelo movimento “Mais Porto Santo”, candidato às eleições de outubro com José António Castro na liderança.

O movimento quer a Câmara a contratar anualmente profissionais em falta nas áreas da Saúde, “assumindo o pagamento dessa despesa para os habitantes do Porto Santo não fiquem privados daqueles serviços”.

Porque “com a saúde não se brinca”, o “Mais Porto Santo” afirma que, se ganhar a Câmara, esta vai assumir o transporte gratuito de doentes “como o compromisso de avaliação dos custos associados ao funcionamento de um serviço de Saúde digno que posteriormente serão partilhados pelo Município, incluindo  o Serviço de Atendimento Permanente do Centro de Saúde do Porto Santo que possa funcionar em boas condições ​durante o período nocturno”.

Para tal, diz, “vamos propor um protocolo ​entre a Câmara ​e a Secretaria Regional de Saúde sobre as diversas áreas da gestão do centro de saúde que vão desde a manutenção, limpeza, bem como pessoal administrativo e de enfermagem, ou pessoal médico”.