Vereador do PSD tem na sua posse documentos que disse terem sido sonegados pela Câmara de Santa Cruz, denuncia a autarquia

santa cruz
Jorge Baptista acusa a gestão do JPP na Câmara de Santa Cruz de não fornecer dados. A Câmara esclarece e diz que o vereador já tem esses dados mas que, ainda assim, já fez reenvio.

A Câmara Municipal de Santa Cruz diz que os documentos solicitados pelo vereador do PSD Jorge Baptista e que este afirma terem sido sonegados pela atual gestão autárquica, razão pela qual enviou queixa para a Comissão de Acesso a Documentos Administrativos, está na posse do social-democrata e, além disso, a própria autarquia já fez um reenvio.

Diz o gabinete de Filipe Sousa que “ainda antes do cidadão e vereador Jorge Baptista ter feito o requerimento dos documentos a esta autarquia, já estes se encontravam na sua posse, na medida em que todos eles foram às reuniões de Câmara; Sabemos que o senhor vereador não está, seguramente, familiarizado com esta transparência, mas ela existe, é real e a prová-lo estão as atas das reuniões e a documentação previamente enviada a todos os vereadores”.

Além disso, a nota enviada hoje à comunicação social, refere ainda que “não obstante já ter os documentos requeridos em sua posse, esta autarquia, e ao contrário do que afirma o cidadão e vereador Jorge Baptista, enviou novamente os documentos solicitados; De qualquer forma, deixamos claro esta autarquia poderá enviá-los as vezes que forem necessárias, até o requerente se familiarizar com os documentos que já tem em mão, e, no final, possa saber lê-los e extrair daí a informação que diz, erroneamente, estar a ser sonegada”.