PSD contrário à localização do futuro canil de Santa Cruz

O PSD veio hoje contestar a localização do futuro canil de Santa Cruz. Segundo a candidatura dos social-democratas a Santa Cruz, esta não está de acordo com a localização escolhida pelos responsáveis da Câmara Municipal do futuro centro de recolha de animais errantes naquela localidade, “na sequência de várias opiniões discordantes que têm chegado à estrutura social-democrata naquela concelho, algumas delas reiteradas no local, durante a conferência de imprensa ali realizada”.

Segundo Joaquim Marujo, o canil está a ser construído junto a uma zona residencial e em terrenos que fazem parte do Complexo Desportivo das Eiras. “Basta que imaginemos os cheiros deixados pelos animais, bem como os cães a ladrar constantemente durante o dia e noite para que se perceba que os que aqui residem e dormem não mais terão descanso e paz de espírito”, disse o deputado, sublinhando que os moradores não “foram tidos nem achados” nesta decisão da Câmara.

Além do incómodo para os residentes, Joaquim Marujo lembra que o local escolhido faz parte do complexo desportivo, “comprometendo a sua expansão futura e colocando também em causa a segurança de adeptos e atletas, em particular as camadas infantis, na eventualidade de fuga dos animais”.

O deputado salienta que este tipo de infraestruturas deve ser reservado a zonas afastadas de residências, comércio e unidades desportivas e de carácter intermunicipal, de modo a atenuar os custos de manutenção.

Joaquim Marujo referiu que o JPP “se regozijou pelo encerramento de unidades industriais que surgiram primeiro do que as moradias que se encontravam em redor, mas vem agora colocar um canil junto de moradias, levando a crer que há em Santa Cruz cidadãos de primeira e cidadãos de segunda”.

Mais estranho, considera o deputado, é não ter existido discussão pública, não existir informação sobre esta obra no site da Câmara, nem sequer uma tabuleta com informações no local onde a mesma está a ser construída.

Por fim, o PSD de Santa Cruz questiona quais as entidades ligadas à protecção dos animais que irão assegurar a gestão do canil.