Governo Regional sensibiliza pescadores para as boas práticas ambientais e gestão de resíduos

O Governo Regional, através da Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais, procedeu hoje de manhã à entrega de sacos de recolha de resíduos e bandeiras às embarcações participantes no Programa “Há mar e mar, há ir e limpar”, nas instalações do Porto do Caniçal. A secretária regional Susana Prada esteve presente.

Através da sua Estratégia MaRaM, de combate à poluição marinha, o GR reconhece a necessidade de sensibilizar todos os sectores da sociedade para o impacto das suas actividades no mar, apelando à sua colaboração no controlo da poluição. Neste sentido, a SRA lançou o programa – “Há mar e mar, há ir e limpar”,  no qual foram envolvidos os pescadores de atum.

Trata-se de um projecto que envolve várias entidades, nomeadamente a Direcção Regional das Pescas, a Junta de Freguesia do Caniçal, a ARM e a COOPESCAMADEIRA que cooperaram na definição de objectivos e contacto com os armadores e mestres das embarcações.

O que se pretende é sensibilizar os pescadores para a necessidade de adoptarem e manterem boas práticas ambientais no decurso da sua actividade, melhorar a gestão de resíduos a bordo das embarcações, contribuir para uma melhor gestão de resíduos no porto do Caniçal, e fazer compreender a importância das boas práticas ambientais para a sustentabilidade do sector.

Nesta primeira fase participam 19 embarcações, envolvendo mais de 300 tripulantes. Mas o Governo está aberto à participação de outro, pelo que estes números poderão ainda aumentar.

Até agora, foram realizadas 6 sessões de sensibilização em Fevereiro de 2017, nas quais foi apresentado o projecto e avaliada a motivação dos profissionais para colaborarem.

Foi destacada a vontade demonstrada por mestres, contramestres e pescadores em participar no projecto e o interesse em melhorar a gestão de resíduos que já vinham fazendo a bordo.

“Isto mostra bem como estes homens valorizam o mar e a consciência que eles têm de que a boa qualidade ambiental contribui para a sustentabilidade da sua actividade”, refere um comunicado da SRA.

Hoje foram entregues contentores para que cada embarcação possa separar os resíduos produzidos a bordo, e a bandeira que permite identificar as embarcações aderentes.

Até Outubro, quando termina a época de faina do atum será efectuada uma monitorização periódica junto das embarcações, como forma de manter a sensibilização e esclarecer dúvidas. Além desta acção dirigida aos pescadores de atum, o Projecto “Há mar e mar, há ir e limpar, envolverá acções de limpeza do litoral da Madeira a desenvolver durante o Verão.