Conferências ‘Falar com a Cidade’ prosseguem a 3 de Julho

João Gonçalves Pereira

O ciclo de conferências “Falar com a Cidade”, promovido pela candidatura de Rui Barreto à CMF, prossegue na segunda-feira, 3 de Julho, no auditório do Clube Amigos do Basquete, na Rua do Curaçau, Bairro da Nazaré, desta feita subordinado à temática ‘Viver Melhor em Comunidade’. O evento realiza-se entre as 18 e as 21 horas, e é a terceira e última conferência de um conjunto de três que são suporte do projecto de candidatura de Rui Barreto à Câmara do Funchal.

Nestas conferências coordenadas por Henrique Costa Neves, discutiram-se anteriormente os temas “Investimento e Qualidade de Vida” e “Emprego e Inovação na Cidade”.

Rui Barreto traz desta vez ao Funchal o arquitecto do programa de enorme alcance social em Portugal e já elogiado por instituições internacionais, o Alto Comissário para o Combate ao Desperdício Alimentar em Lisboa, João Gonçalves Pereira, que também é vereador na CM de Lisboa, refere um comunicado.

Luís Madruga

“Fazem ainda parte do painel Luís Madruga, dirigente associativo e figura incontornável do dirigismo social, e Fred Silva, um jovem com conceitos de vida alicerçados em factores como a motivação, uma atitude positiva e um sentido de vida focado no colectivo e no bem-estar social e psíquico. Fred Silva, que também é Mandatário Jovem da candidatura, é autor do livro “Tão Simples, que é imprescindível – Reflexões de vida do Gato Fuscas”.

Ricardo Miguel Oliveira, director do DN Madeira, será orador.

O candidato do CDS-PP, tal como era seu desejo, conseguiu fazer com que o ciclo de conferências “Falar com a Cidade” tivesse uma abrangência suprapartidária, assegura a nota de imprensa. “A caminho da última reflexão, confirma-se que esse objectivo foi alcançado. Comprova-o a transversalidade dos convidados, oriundos de diferentes áreas profissionais, técnicas e científicas e também de origens partidárias distintas. Com estas reflexões, Rui Barreto pretende perpassar por temas cadentes para o presente e sobretudo para o futuro próximo da cidade, numa dimensão de cidade que se eleva no panorama nacional, com a sua autenticidade de cidade Atlântica, mas também a cidade inclusa, amiga das pessoas, do ambiente, das artes, do investimento, do emprego e da inovação, uma cidade solidária e referência cultural, uma cidade mais agradável para viver e conhecer”.

Fred Silva