Doze postos florestais e seis torres de vigilância estão em obras de 1,6 milhões

Susana Prada obras nos postos de vigilância
Susana Prada visitou as obras nos postos florestais e nas torres de vigilância.

Doze postos florestais e seis torres de vigilância serão alvo de intervenção por parte do Governo Regional, envolvendo um investimento de 1,6 milhões de euros, que incluem a cobertura, pavimentos, revestimentos, rede de águas e esgotos, eletricidade e telecomunicações, pinturas, portas e janelas, cozinha e aquecimento central por recuperadores a lenha, no caso dos postos, e impermeabilizadas as coberturas, as varandas, janelas e portas, recuperações das casas de banho e cozinha e pinturas interiores e exteriores, no caso das torres.

Susana Prada, a secretária regional do Ambiente, visitou as obras em curso, que são justificadas para que “o efetivo do Corpo de Polícia Florestal tenha mais e melhores condições de trabalho, logo, mais motivação para exercer as suas funções”, promovento ainda “a adequação dos postos florestais, construídos a meados do século XX, em edifícios adaptados, às atuais exigências de conforto e de segurança no que concerne ao tipo de material de construção e sistemas energéticos de suporte, facultando, em simultâneo, uma modernização e dignificação das condições de trabalho do Corpo de Polícia Florestal da Região”.