Madeira Camerata toca sábado com Filipe Fernandes como solista

A “Madeira Camerata” vai dar um concerto no sábado, dia 24 de Junho, pelas 18 horas, no Salão Nobre da Assembleia Legislativa da Madeira. Trata-se de mais um evento integrado no ciclo “Jovens Solistas”, mais precisamente o sexto. Marca a estreia do jovem violinista Filipe Fernandes como solista nos concertos da Orquestra Clássica da Madeira (OCM).

Filipe Fernandes é um jovem músico “com características musicais nobres e delicadas, que teve a sua formação inicial na Direcção de Serviços de Expressão Artística e Multimédia, com a professora Nana Khachkalyan e posteriormente no Conservatório-Escola das Artes da Madeira com Norberto Gomes, e estuda neste momento no Real Conservatório de Amesterdão, na classe de violino de Ilya Grubert”, informa a OCM. Neste concerto, interpretará o concerto para violino nº 8 de Louis Spohr.

Os bilhetes custam entre 10€ e 5€ e estão disponíveis no La Vie Funchal Shopping Center – Loja Naturalmente Português (Piso 1), das 09:00 às 22:00, e no dia do concerto no local, a partir das 14:00.

A Madeira Camerata, um agrupamento interno da Orquestra Clássica da Madeira, visa a interpretação de repertório para orquestra de cordas e a divulgação da música portuguesa escrita para este tipo de formação. Criada em 1997, representou a Orquestra Clássica e a Madeira no exterior, participando em festivais internacionais de música. É dirigida por Norberto Gomes.

Filipe Fernandes, natural do Funchal, nasceu a 29 de Dezembro de 1995. Iniciou os seus estudos no violino aos seis anos com a professora Nana Khachkalyan no “Gabinete Coordenador de Educação Artística”, actual “Direção de Serviços de Educação Artística e Multimédia”. No ano lectivo de 2010/2011 ingressou no Curso Profissional de Instrumentista no Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira, Eng.º Luíz Peter Clode, na classe de violino do professor Norberto Gomes, tendo-o terminado com a classificação máxima, na prova de violino, em Julho de 2014. Em Abril de 2013 foi concertino no estágio OJ.COM (Orquestra de Jovens dos Conservatórios Oficiais de Música de Portugal), em Lisboa, sob orientação do maestro Jean Sébastien Béreau. Em Maio do mesmo ano foi galardoado com o 3º prémio na sétima edição do Concurso Nacional para jovens violinistas “António Capela”. Ao longo do seu percurso colaborou por diversas ocasiões com a Orquestra Clássica da Madeira, como músico convidado. Colaborou com maestros como Rui Pinheiro, Pedro Neves, Barry Douglas, Andrew Grams, Eduardo Garcia Barrios, Jean Sébastien Béreau, Martin André e Bas Wiegers. Participou em masterclasses com artistas notáveis como Aníbal Lima, Alissa Margulis, Yuri Zhishlin, Eliot Lawson, Maria Milstein e Ilya Grubert. No âmbito de música de câmara, integra um trio com piano regularmente acompanhado pelos professores Dmitri Ferschtman e Johannes Leertouwer. Forma também um duo de violino e piano com o pianista Rafael Kyrychenko. É membro da Orquestra XXI dirigida por Dinis Sousa. Actualmente integra a classe de violino dos professores Ilya Grubert e Maria Milstein, no Conservatório de Amesterdão, na Holanda.

A Madeira Camerata tem a seguinte composição:

Norberto Gomes – Violino

Olena Soldatkina – Violino

Nshan Chalikyan – Violino

Parandzem Khachkalyan – Violino

Valeriy Perzhan – Violino

Edina Tenki – Violino

Volodymyr Petryakov – Viola

Marina Gyumishyan – Violoncelo

Iryna Bandura – Violoncelo

Gábor Bolba – Contrabaixo