CMF realiza segunda-feira nova sessão temática sobre a cidade

A CMF dinamiza na próxima segunda-feira a terceira sessão temática sobre a cidade, incluída no ciclo “Projectar o Futuro”, desta feita subordinada ao tema do Planeamento Urbano, na antecâmara do Período de Discussão Pública do Novo Plano Director Municipal do Funchal, que terá lugar nos próximos meses.

A sessão terá lugar na Sala da Assembleia Municipal do Funchal (depois das duas primeiras sessões terem decorrido no Teatro) e contará com a presença de Paulo Pinho, professor catedrático da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, com cerca de 20 anos de experiência na área do Planeamento de Território e Ambiente e mais de 100 publicações sobre o tema, em Portugal e no estrangeiro.

Nesta fase, o que a autarquia liderada por Paulo Cafôfo decidiu foi antecipar este processo com um ciclo de cinco conferências, que estão a abordar temas estruturantes para a cidade, no âmbito do novo PDM, com o intuito de investir no esclarecimento da população e de contribuir para uma fase de Discussão Pública ainda mais rica e bem preparada. As duas primeiras conferências já tiveram lugar e abordaram a Reabilitação Urbana e a Mobilidade. Segue-se agora o Planeamento Urbano e, depois, a Sustentabilidade e o Turismo, nas próximas semanas.

Antes de se iniciar a Discussão Pública do novo PDM, a Câmara Municipal do Funchal considerou essencial desencadear um conjunto de sessões temáticas que abrangessem vários domínios fundamentais para a cidade, incidindo directamente sobre o seu modelo de ordenamento territorial e contribuindo para qualificar um debate que se quer estruturante para projectar o futuro do Funchal, sublinha um comunicado da edilidade. Este ciclo de conferências visa, por isso, incentivar a participação da população e possibilitar uma reflexão sustentada sobre a cidade em torno de problemáticas absolutamente actuais, bem como do impacto destes domínios sobre a qualidade de vida da população, preparando o caminho para a etapa mais objectiva e decisiva, que será a da Discussão Pública do novo PDM.

 

A Autarquia lança, por isso, o repto a todos os funchalenses e a todos aqueles que têm uma ligação à cidade para que contribuam para esta discussão e para o conteúdo final de um documento que vai marcar o Funchal da próxima década.